menu
QUEM SOMOS PORTIFÓLIO SOLUÇÕES INTEGRADAS GOVERNANÇA COMUNICAÇÃO CONTATO
Trabalhe Conosco   |    Colaboradores   |    Clientes   |    Fornecedores       

Escuta Ativa: saiba qual a importância e como aplicar na sua empresa



A escuta ativa é a base de uma comunicação bem-sucedida. É uma habilidade importante nos relacionamentos pessoais e profissionais, e requer concentração total no que está sendo falado, em vez de ouvir, passivamente, a conversa.

Neste post, trazemos estratégias específicas de escuta ativa e algumas dicas úteis para praticar sempre que falar com alguém, principalmente, no ambiente de trabalho.

Origem e importância do termo Escuta Ativa

Na década de 1950, estudos do psicólogo Carl Ransom Rogers já falavam sobre o poder da escuta.

Em 1959, um estudo realizado pelo educador norte-americano Edgar Dale, que deu origem ao “cone of experience”, comprovado pela neurociência, afirmou que, depois de duas semanas, em geral, um adulto é capaz de se lembrar de:

  • 10% do que leu
  • 20% do que ouviu
  • 30% do que viu
  • 50% do que viu e ouviu ao mesmo tempo
  • 70% do que falou em conversas e
  • 90% do que falou e fez, como apresentação de palestras

Com base nisso, percebemos que a audição sozinha não é suficiente para reter o que foi dito, pois está claro que se apenas ouvirmos a mensagem transmitida, sem atenção total, é possível que nossa memória guarde apenas 20% do que foi comunicado.

Mas, foi em 1970 que o termo Escuta Ativa foi criado pelo psicólogo clínico Thomas Gordon, em seu artigo Parent Effectiveness Training (P.E.T.), publicado na American Psychological Association, como uma técnica utilizada por familiares para ouvir as necessidades de seus filhos e educar melhor as crianças.

Objetivos da escuta ativa

Como dissemos acima, o conceito de escuta ativa surgiu na psicologia, mas se estendeu ao mundo dos negócios e vem transformando as relações entre empresas e funcionários, isso porque a maneira como você se comunica tem uma grande influência na velocidade operacional de seu trabalho e traz um fortalecimento significativo para a organização.

A escuta ativa tem quatro objetivos principais:

• Entender o que a outra pessoa está lhe dizendo de forma eficaz

• Valorizar, ter empatia com o interlocutor para que ele se sinta envolvido e motivado a continuar a conversa

• Lembrar as informações que a outra pessoa passou para você

• Responder a outra pessoa de forma eficaz

Habilidades essenciais para a escuta ativa

A escuta ativa é uma habilidade que pode ser desenvolvida com a prática. Ela requer que o ouvinte:

Se envolva ativamente na escuta

Estar atento ao palestrante pode criar um sentimento de ser valorizado e respeitado, além de incentivá-lo a continuar.

Reflita e resuma o que foi dito

Explicar por que você concorda ou discorda de pontos específicos da conversa pode ser feito refletindo o que foi dito e repetindo, de forma resumida na sua visão da conversa, ou reiterando pontos principais para o interlocutor. Assim, permite que ele responda e/ou esclareça, se necessário, e demonstra que o ouvinte está prestando atenção.

Faça perguntas oportunas

As perguntas são um bom método para reforçar que o interlocutor está sendo ouvido e podem ajudar a construir ou aprofundar o que foi dito.

Exiba mensagens não verbais

Essas mensagens precisam refletir que você está envolvido, tais como: sorrir ou balançar a cabeça em momentos apropriados e manter contato visual. O feedback não verbal é tão eficaz para demonstrar a escuta ativa quanto as interações verbais.

Evite distrações, inquietação ou observar o relógio

O objetivo é prestar mais atenção à conversa. Isso pode incluir manter conversas em salas silenciosas, não observar relógios, evitar inquietações ou desligar telefones, televisores, computadores e outras distrações possíveis.

Permaneça numa postura não-crítica

É importante permanecer neutro e não fazer julgamentos. Mesmo que discorde, espere até que o interlocutor termine de falar para introduzir pontos de vista ou oferecer uma perspectiva diferente. Mudar abruptamente de assunto ou interrompê-lo pode fazer com que ele se sinta desvalorizado.

No ambiente industrial, a concentração total ao lidar com máquinas e equipamentos é de supra importância para evitar acidentes. Uma habilidade semelhante à de ouvir atentamente, que também requer concentração, e que qualquer profissional pode melhorar.

Para otimizar a sua força competitiva comece agora a praticar a escuta ativa. Provavelmente, você vai melhorar a sua produtividade e o desempenho de toda a equipe.

© Copyright - MKS - Todos os direitos reservados